domingo, 14 de fevereiro de 2016

As gigantes fazem bom uso do Marketing de Conteúdo? [Nem todas]

Você entra em uma loja de uma grande revendedora de carros que representa uma das maiores montadoras no país, logo o vendedor chega até você com um sorriso estampado.

 - Vendedor: Bom dia meu amigo! (Você se pergunta - meu amigo?)
 - Vendedor: Como posso ajuda-lo?
 - Você: Eu queria fazer um test drive nesse carro.
 - Vendedor: Certo...vamos lá...

Normalmente é assim que funciona, mas poderia ser diferente!

- Você (um dia qualquer antes de dormir):  Queria comprar um carro zero quilometro, novinho...
- No dia seguinte você entra no site de uma grande montadora, pesquisa e deixa seu e-mail para ficar por dentro das promoções sobre os lançamentos da marca.
- Uma semana depois você recebe seu primeiro e-mail, ao abrir percebe que o e-mail não traz nenhum promoção de automóvel mas sim no título "Dicas de como escolher o carro perfeito para você".
- A partir daquele e-mail você nota que aquela marca de carros além de querer vender está se mostrando preocupada em te ajudar a fazer a melhor escolha pois lhe enviou mais 3 e-mails nos últimos 60 dias sobre diversas dicas que podem lhe ajudar na escolha da compra de um carro zero quilometro.

Cenas seguintes:

 - Vendedor: Bom dia, como posso ajuda-lo?
 - Você: Eu recebi alguns e-mails com dicas dos modelos de vocês, gostei de 2 mas ainda estou com dúvidas.
 - Vendedor: Certo, vamos mostrar a você algumas das vantagens de comprar um carro conosco, vamos ver também qual dos dois modelos se encaixam melhor as suas necessidades.

Parece estranho quando pensamos que muitas da marcas de carros ainda não tentam tratar os seus clientes da segunda forma, ou ainda não tentam de forma alguma chamar a atenção do futuro cliente através de formas não comuns ao mercado automobilístico. As marcas que usam de certa forma a internet para captar clientes, educando um interessado na compra antes que ele se torne um cliente efetivamente está certamente usando o Marketing de Conteúdo ao seu favor.

Mas não é apenas na indústria automobilística que vemos o potencial pouco explorado sobre como atrair e fidelizar clientes, outros seguimentos também usam pouco ou nada de umas das formas mais usais do Novo Marketing - O Marketing de Conteúdo.

"O Marketing de Conteúdo foca em atrair, converter, vender e fidelizar; afinal já passamos da época onde tínhamos pouca concorrência e as formas tradicionais de Marketing estão ultrapassadas."

Vejo pequenas e médias empresas aplicando o Marketing de Conteúdo de forma muito mais eficaz do que as gigantes e isso está assustando elas. As Startups focadas em serviços bancários a preços acessíveis e desburocratizados usam o Marketing de Conteúdo como fator diferencial, as Fintechs como são conhecidas, utilizam da estratégia para educar seus clientes e não simplesmente oferecer pacotes de serviços como faziam até pouco tempo atrás os bancos.

Notável também que o Marketing de Conteúdo melhora os indicadores de brand awareness (reconhecimento da marca) e faz com que os clientes, cada dia mais conectados, conheçam cada vez melhor sua marca.

É plausível que os profissionais de vendas entendam o básico de Marketing de Conteúdo, pois manter a fidelidade do cliente depois da concretização da compra também será responsabilidade deles.

Como conclusão percebe-se que as grandes indústrias que já utilizam o Marketing de Conteúdo mostram resultados satisfatórios de fidelização e melhora do brand awareness.

Até a próxima!
Com bom conteúdo.






Nenhum comentário:

Postar um comentário